Progressos

Na última semana o tractor capinou e as ervas deixaram de ter 1,5m de altura.
A família veio no fim-de-semana e entre piqueniques e festas de aniversário os homens trabalharam. A ajuda da família é crucial! Em 2 dias e uma manhã, vedaram-se os poços (finalmente) e fez-se limpeza junto aos pés da vinha.
O próximo passo será vedar a quinta ao longo do caminho.


 





Comentários

  1. Já aqui tinha vindo ver este post mas infelizmente sem tempo para deixar um comentário. Mas identifiquei-me logo, por razões óbvias, já que eu também andei nas limpezas do meu terreno. Pelo que posso ver, o meu é de dimensões bem mais modestas, mas que importa isso, se a felicidade é tão grande, não é? O meu já está todo limpinho, mas só quem sabe como é, para poder valorizar a trabalheira que dá limpar um pedaço de terra de silvas e roseiras bravas! As oliveiras que tiveram de ser cortadas nem tombavam para o chão, aprisionadas que estavam pelos anos consecutivos de mato bravio que as circundavam. Mas agora é um gosto olhar e ver a limpeza e os projectos a marchar. Que tudo corra bem por aí e que todos os vossos projectos se concretizem, embora de maneira lenta, mas sólida, sem dúvida! Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Que bela quinta, tão bom trabalhar nela, não?
    É para um dia mais tarde construir uma casa? Eu também desespero por esse dia, de ter uma casa só nossa!
    Bj

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Junho, Julho, Agosto...

O Outono e a Taça

ReNovar