4.21.2015

Isabelle Legault


Nesta nova era digital, primeiro através dos blogues, depois com as redes sociais, "cruza-mo-nos" muitas vezes com pessoas que nos tocam, que nos ensinam algo, que nos inspiram, que ficamos a "conhecer", mesmo que não as conheçamos realmente, em pessoa. Algumas vimos a encontrar, e alguns "relacionamentos" cibernéticos tornam-se reais amizades.
Esta história é sobre a Isabelle.
Conheci o blogue da Isabelle e do Paulo ("A casa onde vivemos 2" - já extinto) algures em 2007. Palavras que me falavam ao coração e belíssimas imagens... e como eu me deixo levar por uma boa fotografia! A Isabelle e o Paulo, viviam nas montanhas, na Suiça - Pays-d'Enhaut - e caminhavam. Caminhavam muito. A Isabelle tirava lindas fotografias que me captavam a atenção e a emoção. Como tudo era belo através da sua lente!
Nessa mesma altura, cá por casa, planeávamos uma viagem à Suiça. Eu e a Isabelle seguíamos o blogue uma da outra (o meu anterior blogue "xengo-delengo-tengo"), trocávamos comentários, eu prometia visitá-la, pois tinha tanta vontade de ver tudo aquilo com os meus próprios olhos e de conhecer esta senhora que já me era tão querida...
Infelizmente, por variados motivos, essa viagem não chegou a acontecer.
Em 2011 a Isabelle começou um novo blogue Photographe en Marche, este em francês (dificultava-me um pouco a leitura), dedicado unicamente à fotografia, maravilhoso.
Com o facebook, acompanhar as pessoas e blogues tornou-se mais fácil, mas, embora eu seguisse a Isabel, o nosso contacto, infelizmente foi-se perdendo.

by: Isabelle Legault




O seu ultimo post (de 2013) dizia assim:

"Si la pluie bat à ta fenêtre
Si le ciel est maussade et gris
Va au jardin et demande à l'arbre du voisin
de t'offrir une de ses jolies branches fleuries"
(Se a chuva bate na tua janela
Se o céu é sombrio e cinzento
Vai para o jardim e pede à árvore do vizinho
para te oferecer um de seus bonitos ramos floridos)

"Donne-lui de l'eau pour qu'elle garde son éclat
Fais-lui des atours de princesse
Et en lui disant comme elle est belle, pleine de promesse
Visite son cœur qui bat, qui bat...
au rythme du Printemps!"
(Dá-lhe água para que mantenha o seu brilho
Fá-lo a tua elegante princesa
E vai-lhe dizendo como ela é linda, cheia de promessas
Visita o seu coração que bate, que bate...
ao ritmo da Primavera!)


Nesta Primavera, à Isabelle partiu. Foi com muita tristeza que soube desta noticia através da sua página. Não podia deixar de lhe fazer esta homenagem, pois trago-a no coração, apesar de nunca a ter conhecido pessoalmente. Basta ver o trabalho fotográfico da Isabell para perceber que o seu coração é belo, grande e cheio de luz. Como eu gostava de a ter conhecido em pessoa!
Onde quer que a sua alma esteja, está de certeza num paraíso imenso, e sei que é uma luz maravilhosa e cheia de amor. À sua família deixo um abraço sentido de alguém que foi tocada pela Isabelle e que a guarda no coração. Grata tudo o que partilhaste com o mundo. Grata por me ter "cruzado" contigo" por breves momento da nossa existência.

«Toujours à pied, à saisir l'instant» Isabelle Legault

2 comentários:

  1. Bela homenagem à Isabelle...

    Fiquei tão chocada quando soube, esta semana, da sua morte.
    Também a conheci através do blogue, pelo qual me apaixonei instantaneamente.. Fui seguindo-a sempre, e ainda trocámos e-mails e comentários.
    Tanto quanto me foi possível observar, aqui está um ser completo e integral.
    Desde que soube da sua partida que o meu coração ficou mais apertado :(

    Abraço ***rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Rita! ... É verdade...
      *Um abraço enorme*

      Eliminar