12.16.2017

ReNovar

Faz dois meses.
A Cura vai-se fazendo... e também a limpeza necessária. dentro e fora.

Demoramos a conseguir energia para limpar o exterior... ainda tudo é negro, e as memórias tão visíveis ao redor só desaparecerão daqui a muito, muito tempo... mas o que podemos fazer, chega uma altura em que, TEMOS de fazer.
Primeiro resolvemos as coisas urgentes, como a ligação da água e da luz. A seguir, a reconstrução da fossa séptica.
Cortamos árvores mortas (apenas algumas) e amontoamos lenha. 
Refiz canteiros e plantei flores, arbustos e também árvores em lugares temporários.
Mas o pior... aquilo que visualmente era até mais sombrio... demoramos até conseguir mexer... 

... Tínhamos (temos) grandes e pesados restos do incêndio. Telheiros de chapa negros e desfeitos, sucata do tractor, reboque, caravana, alfaias, outras máquinas... a dificuldade de "pegar" e levar daqui para fora de uma só vez, solucionou-se com a paciência de desmontar peça por peça, pedaço a pedaço, motor, parafuso, porca, jantes... Foi assim que o J. ocupou os dias de chuva da última semana... Está tudo amontoado agora, só falta levar para a sucata, juntando tudo o que for ferramnta de trabalho calcinada. Hoje retiramos também chapas queimadas do telheiro e desmontamos estruturas de ferro /pérgolas que eram suporte de uma vinha e que ficaram destruídas pelo último vendaval... que fez também tombar um cedro gigante de 20 anos que secou com o fogo. Este doeu na alma... era lindo e gigante... mas estava em perigo a casa...

Sem fotos... Quando se anda lá fora com as mãos negras não se pensa em guardar recordações.

Cada dia de trabalho aqui é um passo para o renascimento.

Até beve.






1 comentário:

  1. Até breve.
    Espero que a recuperação seja rápida. Vai ver que em pouco tempo toda a natureza se regenera.
    Ficamos à espera de melhores notícias.

    ResponderEliminar