a terra e a chuva

Há cerca de dois meses e meio que não cai pinga de chuva por aqui... Tudo está seco e árido. Valeram-nos as semanas de chuva que antecederam o Verão para encher os poços e as minas.

Hoje o dia amanheceu cinzento mas ainda assim com algumas abertas por onde espreitavam manchas de azul intenso. Apesar de estar mais fresco, o calor fez-se sentir e o sol disfarçado queimou a pele.
Um óptimo dia para sair de casa bem cedinho e ir para a serra.
Na quinta refrescamos os pés na água boa que vem da montanha.

Ao fim da tarde, já na volta e depois em casa, choveu - finalmente - apenas por breves instantes, mas que chegaram para refrescar a terra, e deixar aquele cheirinho doce a terra molhada que tanto adoro...

Sem comentários:

Enviar um comentário